Sonho

Quando penso no mar, logo penso em lindos peixes,

No trânsito de navios e barcos,

Com suas velas suntuosas, dos ventos, e, também, dos temporais.

Não posso esquecer-me dos barulhos estridentes das gaivotas.

Dos trabalhadores, dos cais, do seu lazer bebendo nos bares.

Da ressaca do mar que me estremece.

Surge uma grande vontade de navegar sem rumo.

Só pode ser um grande sonho!

Quem sabe, um dia talvez.

Sonho belo que se repete sempre e sabe como me sinto?

Como um marinheiro folgado.

Tem dias que penso no meu sonho e caio em gargalhadas,

Então, vem bem forte a realidade.

Sou um presidiário dos meus medos e

Procuro esquecer meus sonhos.

Porém, lá vem ele novamente:

Peixes, barcos. Navios. E penso:

"Será, talvez, quem sabe."

Sonhar é muito bom, mas transformá-lo em realidade,

É muito melhor.

É como estar doente e se curar,

Para isto estou aqui para lhe ajudar.

Tenho armas potentes para ajudá-lo.

Quer saber quais são as minhas armas?

Elas são maravilhosas! O Magistralem Speculum

O Cordão do Amor e a fabulosa Plaqueta.

Milhões de pessoas sabem disso e você? Não? Que pena!

Estou a sua disposição para ensinar-lhe.

Ah, ia me esquecendo de me apresentar,

O meu lema é "Amor Entre os Povos" e o

Meu nome Florêncio Antonio Lopes,

graduado "Senhor-Mestre" no AEP.

senhor mestre florencio

Prof. Espiritualista Florêncio Antonio Lopes,

graduado "Senhor-Mestre".