Magistralem Speculum, Cordão do Amor e Plaqueta - Parte VI

    O que este conjunto me dá, seria impossível citar tudo, porque ele me passa energias para que eu possa realizar o que gosto, e também, para não realizar o que não gosto, e por este motivo que faço só o que eu gosto. Apenas vou citar alguns dos exemplos para melhor entender:

  • Nunca finjo. Sou sempre autêntico. Sou um ser humano muito feliz. Sou ponderador em todas as atitudes. Quando erro eu procuro aprender bem a lição. Não lamento, só procuro aprender o certo e que passo aplicar no meu dia-a-dia.
  • Sempre estou atento. Não procuro culpar ninguém. Procuro analisar e orientar as pessoas, nunca julgá-las. Sou apenas um participante e não um juiz e muito menos o dono da verdade.
  • O amor não é tão simples, amar ou não sinceramente. Procuro amar a todos que conheço e tenho também um sorriso para eles. O amor verdadeiro cabe para todos.
  • Não sofro porque eu sou o que sou – autêntico para todo o sempre
  • Já fui um escravo da preguiça, hoje não permito que ela venha, nem um pouco. Sempre estou pronto para atingir o pico dos meus objetivos.
  • O passado do jeito que é bom é também mau. Para mim, o passado é aprendizado, como o presente e o futuro, que sempre estou aprendendo muito mais. Por isto que procuro viver bem o presente.
  • Sou o que sou. As pessoas me admiram é porque eu sou o mesmo de ontem e com certeza serei o mesmo amanhã.
  • O medo procuro enfrentá-lo. Ainda não o venci, mas, falta pouco. Ele não me paralisa, ao contrário sinto uma vontade de vencê-lo.
  • Não sinto que a minha idade me atrapalha, porque eu dou mais atenção a minha mente como ela envelhece bem lentamente, por isto VIVO.
  • Não tenho medo da morte visto que ela faz parte da vida. Mas não a espero e tenho certeza que este dia chegará, aí passarei para a vida espiritual.
  • Eu me amo e me respeito. Procuro dar este amor e respeito para todos que eu conheço e me considero muito feliz por ser assim. Quando erro eu procuro consertar, mas me amando e me respeitando.
  • Não fico na boa e sim vivo na boa, porque eu gosto de viver na boa. Como a vida é boa!
  • Procuro melhorar a minha situação. Não tenho medo da tormenta que inevitavelmente virão enfrentando-as e até agora venci todas.
  • Não sei amaldiçoar e sim aprender. Se erro agradeço pela nova oportunidade de corrigir. É melhor que ficar amaldiçoando.
  • Não procuro criar algo que não é para mim, deixo pra lá. Porque querer uma coisa que não é para mim seria como mentir para mim mesmo e isto não é bom, só traria atraso.
  • Nunca deixo para lá, resolvo tudo que tem que ser resolvido. Não deixo nada para depois

    Tudo isto faço através do Magistralem Speculum, do Cordão do Amor e da Plaqueta, devo tudo, a minha vida em todos os sentidos para este conjunto maravilhoso.

 

UM AMOR

No meu sonho em uma madrugada lhe abracei.

E trouxe o seu corpo junto ao meu.

Meu corpo tremia e você estava trêmula e ofegante.

Naquele instante, senti que o seu destino me pertencia.

Chorei abraçado em seu corpo

De repente, quis me afastar, mas não consegui.

Quis lhe falar o quanto importante você era para mim.

Mas, não consegui e chorei novamente.

Eu fiquei muito surpreso porque a morte estava presente.

Eu larguei de você, para fugir chorando, mas fiquei.

Não sei responder que agora na sua ausência

Eu pergunto quem é você, meu amor.

Acordei chorando, quem era aquela moça?

Não sei! Tenho certeza que nunca saberei.