Fracasso, Glória ou Vitória, Quem Não Teve!

Hoje, vou publicar uma pergunta do senhor Levi, de Araquari-MG que me perguntou o seguinte:

Senhor-Mestre, eu lhe pergunto: Quem na vida nunca teve uma queda, um fracasso, uma decepção, uma desilusão ou um fatal desengano?

Bem, meu caro amigo Levi: eu acho, que nós seres vivos todos passamos por situações difíceis, uns mais, outros menos.

Contudo, o tratamento das energias dos meteoros, nos ensina que não devemos parar diante de uma certa situação, que devemos procurar aprender quando tivermos uma queda, devemos fazer uma análise do que nos levou a esta queda e ver na nossa análise, como começou e que no final nos levou a esta queda e também analisar bem o grau de culpa que tivemos.

Então, iremos analisar o que fazer para se levantar com a cabeça erguida, com a certeza que não iremos cometer mais este engano.

O senhor também falou em fracasso, e o fracasso só virá se você tiver uma queda e não tiver condições de se levantar e se entregar ao desanimo, também em jogar a culpa em todos e não conceber a sua culpa, aí amigo virá o fracasso e automaticamente a decepção em seguida virá a desilusão, mas amigo quando chegar ao fatal desengano ainda você terá cura, sempre, mesmo na pior situação, não importa a forma, você terá a oportunidade de voltar a ser você mesmo ou bem melhor do que era.

Para isso, terá que fazer um bom tratamento dos meteoros, onde irá descobrir a causa do que está passando, você pensa que foi alguém que o levou a isto e irá descobrir algum mal, mental ou físico, que o levou a este desastre em sua vida, porque amigo, quem na vida nunca derramou uma lágrima sentida, amorosa ou cruel? Se você analisar é quase a mesma coisa da sua pergunta.

Com os tratamentos feitos pela energia dos meteoros, irão lhe curar, pelo motivo de que para nós espiritualistas sempre existe uma grande saída, é apenas querer viver e nunca temer uma queda, um fracasso, uma decepção ou um fatal desengano, ora todos nós já choramos, quantas pessoas nunca amaram outras, que nunca sofreram e nunca sentiram um grande amor?

Você irá pensar que esta pessoa não existe, engano seu se pensar assim, existem sim, não sei em números, mas foram muitas e estão totalmente curadas com as benções divinas.

Mas, quem na vida nunca precisou de uma mão amiga, das caricias suaves de mãe, do companheirismo sincero de uma mulher, de um filho digno de uma amizade sadia, de uma simpatia momentânea que nos erguesse e que nos ajudasse a caminhar para frente?

Qual foi a criatura que sendo vencida ou vencedor, rica ou pobre, rei ou mendigo, senhor ou criado, conquistado ou conquistador, ignorante ou sábio, que não pela porta do nascimento que inicia a grande jornada da vida, sequência misteriosa sem desvios e sem fim?

Somente quem ainda não nasceu, porque as pessoas que já passaram pela existência antes de nós, sofreram, caíram, choraram, sorriram e já se foram desta vida, e, nós estamos vivendo o mesmo drama, assim por diante, seguem as eternas apresentações no grande espetáculo da humanidade de ensinamentos, nós que vencidos, não somos o farrapo ou andrajo, e sim aquele que engana a si mesmo para viver.

Vencedor não é aquele que recebe honras e ostenta a fama, que tem o mundo, e, que pensa em possuí-lo.

Nada disso é gloria ou vitória, o mundo não é de ninguém a única coisa que podemos possuir é a nós mesmos para sermos um vencedor.

O tratamento dos meteoros ajuda-nos a nascer e nos ajuda até no desencarne, sempre como verdadeiros espiritualistas

Obrigado senhor Levi por esta oportunidade de ensinar.