Dominação

Dominação é um título muito amplo e ele fala muito por si só, é o dominador que manda em tudo, mas existem vários tipos de dominadores, eu vou citar alguns, como:

Dominador cruel: é aquele que não permite erros de seus subordinados. Deparamos com este tipo de pessoas que são difíceis de serem tolerados, porque são soberbos, com olhar frio, procuram menosprezar, só mandam e não aceitam opiniões, somente as opiniões deles que tem que prevalecerem mesmo que estejam erradas.

Dominador pela beleza: este tipo de dominador, o ponto de vista de sua sabedoria é ser belo, mas, quando abre a boca para falar, é um horror. Vou contar dois casos para ilustrar como são os dominadores da beleza.

Uma moça bela tinha uma colega feia, que era feia mesmo. Um dia um rapaz bem postado e rico, se aproximou e pediu em namoro a moça bonita, é lógico que ficou conhecendo a amiga feia, e num certo final de semana ele não aguentou e desmanchou o seu namoro, e foi conversar com a amiga feiosa, mas, acabou se apaixonando por ela e se casaram, e a bela passou a frequentar os bares das noites e não conseguiu namorar mais ninguém, apesar da idade a sua beleza está indo embora.

Um rapaz muito bonito e por ser o tal, achava que iria casar com uma moça nova e muito rica, bem, o desejo dele quase deu certo, o que sobrou para ele foi uma mulher muito rica e ele sofre as piores humilhações, ela não o respeita, manda nele na frente de todo mundo.

Dominador pela simpatia: normalmente são pessoas que sabem falar bem e também sabem escutar as pessoas, e estão sempre sorridentes, sabem realizar muito bem os seus ideais, são pessoas que sabem sorrir com os lábios e com os olhos. Como é o caso de alguns políticos e artistas principalmente.

E tem muitos tipos de dominadores, cada um no seu estilo, na sua área, como: no futebol, no vôlei, no basquete, no tênis, na política, empresários, comerciantes, no atletismo, nas religiões, os professores, médicos, dentistas, advogados e muito mais.

No meu caso, também, me enquadro como um dominador, porque eu faço tudo o que gosto, eu gosto de ensinar, tanto como professor e como um religioso, eu tenho empresas que oriento os funcionários mental e espiritualmente, a menor empresa que oriento tem um pouco mais de mil funcionários, a palavra final sempre é a minha. Eu conheço poucos funcionários, mas, se tiverem uma dor de cabeça, ligam para mim.

Porque eu faço o mais simples, oriento as empresas a contratarem funcionários que tem o mesmo perfil da empresa, então, eu domino essas pessoas que eu dou orientações, é muito difícil eu ir nestas empresas. Por tanto, alguns empresários me conhecem pessoalmente e outros, somente por telefone, porque me procuram por indicação de algum amigo conhecido que já tinha recebido minhas orientações e com isto, recebo muitos telefonemas neste sentido. Também oriento empresas nas cidades de Natal, na Ilha de Marajó, e por aí afora, eu sou o dominador da Paz, é assim que eles me chamam.