Equilibrio II

O equilíbrio é a mola mestra do corpo humano, porque é o equilíbrio que nos traz a calma necessária, para que possamos obter com segurança tudo o que desejamos em nossas vidas.

Como todas as outras partes de nossas vidas, precisamos ter equilíbrio para vencermos na vida, mas muitas coisas do nosso cotidiano fazem com que nós, pessoas adultas, acabamos perdendo o equilíbrio, e isso nos levam, muitas vezes “para o fundo do poço” como dizem na linguagem popular, e o desequilíbrio da mente atrapalha muito evolução de cada um!

As principais tentações que desequilibram o ser humano são: a cobiça, o rancor, a mágoa e a mentira. Existem outras tentações que ferem gravemente o caminhar de uma pessoa, vou explicar o significado de cada uma:

COBIÇA: A cobiça sempre foi uma discórdia e a pessoa que tem essa tentação, quer derrubar as outras pessoas de bem, pois ela tem inveja delas, por quê? Porque em vez de lutar em busca do seu sucesso ela começa inventar histórias, mentiras e calúnias em cima da pessoa visada, isso destrói o corpo e a mente dos indivíduos portadores desse mal e vão perseguindo todas as pessoas que estão procurando vencer no caminho do bem. A inveja corrói todos os sentimentos bons de quem tem cobiça. Essas pessoas se julgam um “Deus” e fazem tudo para derrubar as pessoas cobiçadas, que inocentemente, confiam nessas pessoas. As pessoas portadoras de cobiça não são nada boas. Sem comentários.

RANCOR: Não sei qual é a pior das tentações, mas esta é muito presente em nossa civilização. O rancor vem da inveja ou de alguma desavença que tem com alguém, então, os portadores de rancor estão sempre vigiando as pessoas e o rancor faz com que as pessoas rogam maus pensamentos para os outros que estão evoluindo. O rancor traz doenças mentais incríveis que faz com que as pessoas portadoras sofram, e também, fazem os seus familiares sofram por causa de bobagens, como por exemplo: não querer perdoar, porque sempre se julgam os verdadeiros, os certos e não dão o braço a torcer a favor de ninguém, morrem com doenças incríveis e definha toda sua família.

MÁGOA: A mágoa é incrivelmente horrível porque quem a pratica sempre tem uma história triste em cima de suas vítimas. Não pedem perdão e sempre estão fazendo cruzes com os dedos indicadores, desejando o mal a alguém, as pessoas que tem essa tentação, demoram em morrer, mas quando desencarnam nem a própria família vai ao funeral de tão ruins que são. Sempre são traídas pelos amigos e por incrível que pareça, tem pessoas que acreditam neles. Muitos deles não suportam a vida e se suicidam.

MENTIRA: O que não falta nesse mundo são pessoas mentirosas, tem umas que são até bacanas porque são alegres, usando sempre o temor “Deus abençoe você”, “Vai com Deus” e por aí a diante. Normalmente são pessoas simpáticas e vivem cercadas por “amigos”, e quando esses “amigos” descobrem que são mentirosas se afastam delas. Por sua vez eles não tem dúvida, arrumam outro grupo, em outro bairro ou em outra cidade, no entanto gostam de praticar o mal para as pessoas.

Estes quatro pontos, infelizmente, são muito comuns neste mundo e lamentavelmente, crescem e provocam o mal na humanidade. A minha opinião é a seguinte: “Tem cura, para estas pessoas que têm estes males citados, mas elas não aceitam”.