Surgimento do Vício

Ficamos tristes quando nos deparamos com crianças sendo educadas por pais que acham que dar tudo que as crianças querem, é educar, se esquecem que essas crianças serão jovens daqui alguns anos, vem a vontade, tanto dos rapazes como das moças de quererem liberdades e os pais ainda sonham que os seus pimpolhos, agora, jovens, são os melhores e os mais belos do mundo.

Mas, também existem crianças que são criadas à base de pancadas e castigados pelos seus pais, que desforram nos seus filhos o insucesso no casamento, profissional e etc.

São dois pontos que quando essas crianças ficam jovens procuram nas amizades, aquilo que os pais dão tudo, passam a esconder os seus procedimentos, esbarram em amizades nada favoráveis, poucos se salvam, os demais caem nos vícios de bebidas alcóolicas e depois de drogas.

Os que sofreram na infância com os pais, também querem a liberdade de viverem só e também esbarram com as dificuldades, os jovens que tem índoles boas acabam se salvando, mas, os demais, caem no vicio da revolta.

Tanto os jovens que tiveram tudo e os que não tiveram nada, a não ser violência, também encontram o caminho do vício.

Para curar estes jovens os pais não tem que ter vergonha de assumir os seus erros, em algum ponto eles erraram, terão que procurar o tratamento da “Fé”.

O Tratamento da “Fé” é o seguinte: não é para seguir uma religião e sim saber trabalhar com a sua “Fé”.

Preste bem atenção, não jogue a culpa nos filhos, procure aonde vocês pais erraram, assim terá um terço do caminho percorrido, porque irão descobrir que passaram para os seus filhos só o que acham importantes, daí tem que passar a fazer o tratamento da “Fé”, para cuidar de si mesmo e para que tenha conhecimento de corrigir os erros que cometem com os filhos

Não vou falar que é fácil, o que é fácil mesmo é percorrer o caminho da ansiedade e da depressão, que irá complicar muito mais as suas vidas, fazendo o tratamento da “Fé” terão a oportunidade de salvarem grande parte dos seus filhos.

O grande erro é aquele que não quer enxergar que as suas atitudes com a família não foram nada saudáveis.

Nos, da religião espiritualista Amor Entre os Povos estamos sempre vibrando energias positivas para todos.

Quero ressaltar pais maravilhosos que sabem o que é companheirismo e que tiveram total sucesso com os seus filhos e também aqueles que fizeram esse tratamento e já se recuperam perante os seus filhos.

O bom pode se tornar ruim e o ruim pode se tornar bom, todos temos a grande oportunidade de se curar e conhecer uma vida saudável.