Sonhe

Nunca pare de sonhar.

Para vencer na vida necessitamos de estímulos e quem nos traz esses estímulos são os nossos sonhos bons.

Sim, porque quando jovem temos sonhos muito bons, mas ao contarmos para as amigas, elas falam logo: “Como pode ter estes sonhos, para isto tem que ter muito dinheiro”.

São conselhos muito negativos, quando não se tem dinheiro, tem que começar a poupar, não importa que seja dez reais, se no outro mês não dá, para poupar os dez reais, poupe o que tem, mesmo se for um real. Poupar traz sorte, vou narrar uma história que presenciei:

Havia um jovem que começou a trabalhar em uma oficina mecânica, como auxiliar, tinha que limpar o banheiro e manter o local da oficina sempre limpa, era um jovem que apesar de pobre, ele era um rapaz bonito.

Já fazia dois anos que trabalhava nesta oficina, um mecânico percebeu que ele era um sonhador, e que apesar de tudo o jovem era esforçado e trabalhador, todo o tempo que estava na oficina, não parava e a oficina era super limpa.

Esse mecânico me conhecia há muitos anos e me pediu para conversar com ele, assim fiz, e toda semana estava ele à minha espera, você acredita que já se tinha passado seis meses e todo este tempo o que ele falava comigo era: “Boa noite e quando saia dizia: Até mais ver”.

Então, eu resolvi falar com ele, apesar dele estar apaixonado pela filha do mecânico amigo e ela por ele, comecei a incentivá-lo a perguntar para o companheiro mecânico: ‘Para que serve isto, ou aquilo’, ‘Posso ajudar o senhor?

E ele começou a seguir os meus conselhos e foi dando resultado, até que começou a fazer pequenas trocas de peças sozinho, o meu amigo ficou contente com a evolução do rapaz e o rapazinho começou a poupar, ria e brincava com os colegas.

Aconteceu que um belo dia o meu amigo mecânico, pegou o rapazinho pelo braço gritando com ele: ‘Pare de rondar minha filha, ela não é para o seu bico’ e ficaram sem conversar.

Certo dia o mecânico pegou uma chave de fenda e falou para o rapaz: "Qualquer hora eu faço você engolir esta chave", os colegas da oficina os separaram, mas o rapazinho não deixou por menos aproveitou que os amigos segurava o mecânico e falou para ele: “Você diz que é um bom mecânico, até hoje trabalha na mesma oficina, paga aluguel de sua casa, você é pior do que eu, não tem nada".

Depois disso o mecânico pensou muito que o jovem falou para ele e me contou do acontecido, eu ri e ele me perguntou:

- Por que o senhor está rindo?

- Fui eu que orientei ele falar para você, respondi-lhe.

- Por que?

- Você tinha que acordar para a vida, é um excelente mecânico e você precisava acordá-lo também.

O mecânico saiu bufando de bravo, depois de uma semana apareceu o jovem me falando que tinha recebido uma proposta para ir para São Paulo, que iria e que voltaria para pedir a mão de sua amada em casamento e foi.

Passados alguns meses o mecânico apareceu e me falou:

- A minha filha se tornou uma moça triste, e, ele escreve para ela que só chora, não come direito, o que o senhor acha? Perguntou-me.

- Faça o que a sua filha quer, respondi-lhe.

Bem, conclusão, ele autorizou o namoro, os jovens se casaram e hoje o sogro e o genro são sócios de uma bela oficina, muito equipada e com ótima clientela.

Os dois desde o início começaram a poupar e valeu a pena, hoje não devem nada e tem também uma loja completa de peças para carros.

Para tanto, em tudo terá que ter muita boa vontade e não desanimar.