Os Pensamentos

    A vida sempre é para todos nós uma questão de ponto de vista. Vamos encarar como se a nossa vida fosse igual de uma caçada, teremos que analisar os dois lados, em que lado está a caça, como uma guerra. Logicamente teremos dois pontos de vista, o do caçador e o da caça.

    Pensando dentro desta lógica, com certeza teremos um vencedor e uma vitima. Pensando bem o caçador será o grande vencedor, por ter mais raciocínio que o animal e além do fuzil ele é um ótimo atirador, vamos supor que a arma falha, a solução que dariam ao caçador falhou.

   Agora vamos ver que chegou ao acerto de contas, mas ainda o caçador tem a espingarda que pode bater na cabeça da caça e uma bela faca bem afiada e resolvem ir para a batalha, que não foi nada fácil, porque a caça foi a primeira a investir, o caçador ficou na defesa e assim o caçador é caçado e a caça se transformou num caçador.

   A mente humana nem sempre acerta. Já que tem a grande vontade, uma vez firmada a vontade de realizar certo desejo, é como uma bala veloz em pleno curso, não pode nesta hora se arrepender, é tarde e o estrago foi feio, é como com o caçador a bala não quis sair e o estrago ficou com o caçador.

   À bala depois que sai do fuzil não pode voltar e a que não quis sair também resultou um estrago.

   Bem o que eu quero dizer com isso é que o fuzil é uma arma de fogo, sendo uma arma, pode falhar, mas depois de disparada coisa boa não irá acontecer e por ser uma arma também pode disparar sozinha, caindo ao chão e grande dano pode causar.

   Os que não querem viver energeticamente são os que fogem a luta, bem, os que gostam de viver energeticamente que vivam, porém aqueles que fogem não podem ser encarados indivíduos de segunda categoria, porque o ser humano tem o seu “Livre Arbítrio”, ele está saindo e não fugindo porque não aceita os energéticos, mas é uma pessoa de brio, ele não fugiu e sim foi em busca de outros caminhos que ele possa se adaptar e vencer.

   “A vida pode abater e ferir os que a desafiam temporariamente, no entanto é preferível ser abatido, a ter de permanecer à margem do mundo e vê-lo partir adiante”.

   Bem, isso é um caso muito sensível, eu mesmo não vejo desta forma, temos que analisar esse pensamento porque cada caso é um caso.

   Não são com pensamentos desta natureza como, por exemplo, eu era criança e vi o fim da 2ª guerra mundial que muitas pessoas que ficaram à margem, foram, no futuro, considerado heróis pelos trabalhos que fizeram por amor à Pátria.

   É melhor pensarem no que escrevem e não empregar palavras mal ditas que possam arrasar pessoas que são nobres de atitudes e de coração.

   As pessoas que gostam de escrever pensamentos não sejam cruéis, assim como este pensamento: “A vontade é a chave maravilhosa que abre ao homem todas as portas”. Ótimo, nota 10. Só que o ator deste pensamento fez logo a seguir outro que diz: “Ou o homem luta ou perece”. “A vida só ama os fortes”.

   Como religioso que sou estes pensamentos deixam dúvidas. Pensam quando escreve, escreva o melhor de si e não pensamento que deixam dúvidas.

   Os pensamentos limpam a mente das pessoas e levam ânimos positivos, não há necessidade de serem cruéis.