Neide da Silva Freitas

   "Quando eu o conheci, Professor Espiritualista Florêncio, em setembro de 2002, numa cerimônia da Câmara Municipal quando o senhor recebeu o título de cidadão ribeirão-pretano, fui representado à ministra Antonia, da Igreja Messiânica.

    A primeira impressão não foi uma das melhores, o achei uma pessoa arrogante e metido, mudei totalmente a minha opinião quando passei por tratamentos e a conviver com o senhor no Amor Entre os Povos.

    Nas aplicações, em mim dos tratamentos, fui observando-o e a primeira impressão sumiu por completo, eu ficava maravilhada com os Recantos que aplicava, sentia uma sensação excelente -- ficava leve.

    Na medida da minha convivência com o senhor, mais me surpreendia, são quase 10 anos com aprimoramentos e assistência, hoje posso dizer com segurança e sem medo de errar o que penso do senhor:

    "Eu o vejo como um homem sábio, que sabe colocar as palavras. Precisamos ficar atentos no que nos diz para entender a mensagem que nos passa através de suas palavras.

    É desapegado, como mesmo diz, até demais. Faz tudo com amor.

    Sempre nos passa esperança e Fé. Não nos mostra as suas dores e suas preocupações.

    Ama a todos e fica numa alegria radiante quando vê que fomos bem sucedidos.

    É como um pai que quer ver o filho crescer. Ensina-nos e nos dá todas as ferramentas para isso e fica magoado quando não correspondemos.

   O seu amor incondicional é maior que o amor de uma mãe, não ama apenas os seus filhos ama a todos, tanto que diariamente cuida deste planeta com as suas energias.

    Sem contar com a sua memória muito aguçada, que nos coloca no chinelo.

    O seu trabalho é admirável, desde criança trabalha e ajuda muito as pessoas.

    Mesmo com uma infância difícil nunca se ouve lamuriar ou reclamar dela. Sempre tira o "bom" dos momentos seja ele qual for.

    É um artista nato, escreve, faz poesias, declama, é artesão e quando encena é muito bom. Em tudo que faz coloca muito amor.

    O seu amor ao próximo é tão grande que fundou uma creche, o Lar Imã Izolina e agora está imbuído na construção de um Núcleo de Tratamentos Alternativos, o TRATA, e tudo isso sem fins lucrativos.

    Fundou também o Templo do Amor Entre os Povos, onde são atendidas muitas pessoas, num trabalho fantástico.

    Vive uma vida simples apesar de ter sido aposentado como Reitor Universitário. Dedica parte do dinheiro que ganha como Terapeuta Familiar, para os moradores de rua. Atende as pessoas e empresas para que cresçam e vençam.

    Enfim, é um privilégio tê-lo conhecido. Tenho muita gratidão pelo senhor, Professor e Senhor-Mestre Florêncio, os seus ensinamentos que nos dá não existem em lugar nenhum. Você é único.

    A minha vida não teria sentido sem o senhor.

    Obrigada por tudo".